Você está aqui: Página Inicial / Ações do CFA / artigos bkp / 48 anos da regulamentação da profissão, muitas razões para celebrar

CFA

48 anos da regulamentação da profissão, muitas razões para celebrar

Por Sebastião Luiz de Mello

Os mais de 330 mil profissionais de Administração registrados do país comemoram no dia 9 de setembro os 48 anos da regulamentação da Administração no Brasil. Contudo, sabe-se que a Administração é uma Ciência antiga.

Adam Smith e Frederick Wislow Taylor, por exemplo, já tratavam do assunto nos séculos XVIII e XIX ressaltando a importância de aplicar técnicas administrativas no trabalho. Na mesma época nascia nos Estados Unidos a primeira escola de Administração do mundo e, no Brasil, a Ciência também começa a despontar entre 1930 e 1950 e, em 1965, por meio da Lei nº 4.769, a profissão é regulamentada, assim como são criados os Conselhos Federal e Regionais de Administração (CFA/CRAs).

Nesses 48 anos de regulamentação da Administração tem-se que comemorar. Afinal, a profissão cresceu muito no país. Basta ver, por exemplo, os números do Censo da Educação Superior 2010 realizado pelo Ministério da Educação. A pesquisa mostra que o curso de Administração é o que tem maior número de estudante no país: 705.690. O país tem, ainda, mais de 2.600 cursos de Administração e, por ano, são formados cerca de 114 mil Administradores.

Foram muitas as conquistas ao longo desses anos. A primeira delas, de fato, foi a regulamentação da profissão por meio da Lei 4.769/1965. A partir de então os Administradores passaram a contar com um órgão normativo, consultivo, orientador e disciplinador do exercício da profissão e muita coisa aconteceu como uma intervenção federal, a alteração do nome da profissão de técnicos de administração para Administrador, a conquista da sede própria em Brasília, o Sistema passou a se fazer presente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal.

Os anos de luta em prol da Administração resultaram, ainda, na criação de importantes eventos como o Encontro Brasileiro de Administração e o Fórum Internacional de Administração que, a cada edição, promove importantes debates com especialistas renomados e o intercâmbio de saberes e experiências. É preciso ressaltar, ainda, os prêmios Belmiro Siqueira de Administração, Guerreiro Ramos de Administração Pública e a Medalha de Honra ao Mérito que homenageiam e premiam pessoas que contribuem para a ciência da Administração.

Uma das principais conquistas nesses 48 anos da Administração foi, sem dúvida, a aproximação do Sistema CFA/CRAs com os três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário. Esse diálogo tem sido muito positivo e gerou alianças importantes com parlamentares que, sensibilizados pela causa dos Administradores, têm apoiado o Sistema em proposições legislativas que são benéficas à profissão e a combater aquelas que prejudicam a sociedade.

Outro destaque é a Pesquisa Perfil do Administrador – a última realizada em 2011 – que ajuda a traçar um perfil do profissional de Administração brasileiro, identificando tendências e oportunidades para profissionais e empresas de todo o país. Entre os projetos, evidencia-se o Plano Brasil de Infraestrutura Logística (PBLog), iniciativa que propôs discutir a questão da logística no país; o projeto Ciclo de Palestra, que vem aproximando o Sistema dos alunos, IES e docente em Administração; as campanhas de valorização profissional que vem, ao longo desses anos, mostrando a sociedade a importância do profissional de Administração registrado para o país; as publicações como a RBA; a criação de mais duas Câmaras no CFA: a de Gestão Pública e a de Estudos de Planejamento Estratégico que chegam para somar conhecimento e agregar projetos que irão trazer inúmeros benefícios para os profissionais de Administração; entre outras ações.

Contudo, é preciso ressaltar o trabalho da fiscalização nesse processo. O ato fiscalizatório é a razão de existir do Sistema, mas o empenho do CFA e dos CRAs é em promover uma fiscalização que não seja apenas punitiva, mas acima de tudo orientativa. Por essa razão, o CFA instituiu, em 2013, o “Ano da Fiscalização” e, com apoio dos Regionais e o empenho dos agentes de fiscalização de cada Estado, criou o Programa Nacional de Preservação das Áreas de Atuação do Profissional de Administração (PRONAPAD) e, por meio do programa, desenvolverá, até 2014, seis ações na área da Fiscalização. 

São por essas e outras razões que Sistema CFA/CRAs só tem o que comemorar nesses 48 anos da regulamentação da Administração. Para o CFA e os Regionais é um orgulho participar desta história de lutas e conquistas, mas continua empenhado para futuras conquistas como o Cadastro Integrado, o projeto Certificação Profissional e o treinamento de profissionais de Administração para serem consultores das Micro e Pequenas empresas. É o CFA trabalhando diuturnamente para construir um Sistema mais forte, democrático, ético e presente em todo o Brasil.

Parabéns, profissionais de Administração!