Você está aqui: Página Inicial / Ações do CFA / Artigos de Adm / Artigo dos usuários / Monstros na Administração: Qual filme que todo Administrador deve assistir?

CFA

Monstros na Administração: Qual filme que todo Administrador deve assistir?

Por Sebastião Luiz de Mello - Presidente do CFA

 

O Conselho Federal de Administração (CFA) postou, em sua página no Facebook, uma imagem com a seguinte pergunta “Qual filme que todo Administrador deve assistir?”. A princípio, acreditei que seria apenas mais uma ação para envolver os seguidores e promover a integração com o público.

Ledo engano. À medida que ia lendo as respostas – foram 251 no total – fui ficando cada vez mais surpreso. Foram várias as sugestões de filmes interessantes, alguns inclusive eu já assisti; outros eu espero assistir muito em breve. Mas o que mais me chamou atenção foi a sugestão de uma internauta ao indicar um desenho animado.

No início pensei que se tratasse de um equívoco. Afinal, quais as lições que uma animação pode trazer para o mundo dos negócios e para a vida do Administrador? Conduzido pela curiosidade, fui conhecer o filme indicado: Monstros S.A.

A animação americana, produzida em 2001 pela Pixar Animation Studios em parceria com a Walt Disney Pictures, já me chamou a atenção pelo nome. O final S.A. – ou Inc. no original em inglês – indica que se trata de algo relacionado a uma empresa. E é isso mesmo. O filme conta a história de uma grande organização produtora de energia de uma cidade fictícia: Monstrópolis.

Para gerar energia, os monstros da cidade precisam assustar crianças todas as noites. Os gritos que elas emanam com o susto são, então, armazenados para levar comodidade ao mundo dos monstros. E tudo dentro desta empresa é semelhante a uma corporação do mundo real. Os funcionários precisam bater metas; os processos são bem definidos; os funcionários trabalham em equipe – enquanto um monstro assusta a criança, outro faz o apoio -; a empresa tem um diretor geral, também chamado de Chief Executive Officer (CEO), uma diretoria; entre outros aspectos.

Entretanto, a organização tem passado por várias dificuldades. Os índices de energia estão caindo e os monstros começam a ficar preocupados. Eis que um deles, Sulley, o protagonista da história, conhece uma simpática garotinha e, em meio a crise, tem uma ideia que pode mudar o rumo da empresa.

Esta é, então, uma das grandes lições de Monstros S.A. para os Administradores e que serve de exemplo, também, para gestores privados e públicos. O mundo passou, recentemente, por uma crise econômica que deixou marcas em diversos países. Muitas pessoas perderam seus empregos, empresas fecharam as portas e governos acumularam dívidas bilionárias. Como sobreviver a tamanha tempestade? Como tirar do caos uma ideia promissora?

O monstro do desenho sugerido pela internauta não teve medo e, o principal, não se abateu diante das dificuldades. Pelo contrário: encontrou uma oportunidade e promoveu um processo de reorganização na empresa. É isso que nós, Administradores, precisamos fazer diante de cenários desfavoráveis.

Sugiro, portanto, que todos os Administradores assistam ao filme. Como é uma animação infantil, aproveite o momento e convide filhos e/ou netos para dividir com você esse momento prazeroso e que traz muitas lições para o mundo dos negócios e perceba que, a crise é um momento para trocar ideias e promover correções necessárias para manter a empresa competitiva no mercado. Este, por sinal, passa por constantes mudanças que precisam ser acompanhadas pelas empresas.

Precisamos ter a determinação de um monstro e a sensibilidade de uma criança para encarar, diariamente, desafios importantes. Na crise, quem se abre para o novo encontra mais oportunidade. Afinal, a arte de administrar se concretiza, e ganha contornos de perfeição, justamente em momentos difíceis. É em mar bravio que se destaca quem melhor navega.

Sebastião Luiz de Mello
Presidente do Conselho Federal de Administração