Você está aqui: Página Inicial / Edições / 107 / Crise ou oportunidade [EDITORIAL]

Crise ou oportunidade [EDITORIAL]

por Administrador do portal 16/09/2015 12h05

A Administração é a ciência que compreende e adota medidas eficazes para se enfrentar a escassez de recursos, o excesso de demandas, que encontra e explora da melhor forma potencialidades e, entre outras, busca oportunidades em meio a problemas. Por isso, o Administrador não deve se intimidar com a crise, mas, sim, usar seus conhecimentos e habilidades para corrigir rumos, planejar e usar as ferramentas disponíveis, entre elas a gestão, para suplantar as barreiras e fortalecer as organizações em que prestam serviços ou suas próprias empresas. O momento atravessado pela economia nacional é turbulento. Do resto do mundo também chegam notícias negativas, principalmente sobre a Grécia e seu calvário para negociar dívidas e tranquilizar a população. De fato, a crise não discrimina ninguém. Porém, é preciso manter o equilíbrio, pois, ao mesmo tempo que castiga, a crise deixa portas abertas para novas ou remodeladas atividades. E os Administradores têm totais condições de fazer a leitura correta da realidade e promover os ajustes necessários para encarar de frente as tormentas. Esse é o tema da reportagem de capa da Revista Brasileira de Administração (RBA). A presente edição traz como entrevistado o Adm. Cledorvino Belini. Presidente da FCA – Fiat Chrysler Automobiles para a América Latina, Belini ingressou na empresa em 1973. Passou pela divisão de tratores, desenvolveu o sistema completo de peças de reposição, dirigiu o setor de compras da Fiat Automóveis e liderou a racionalização do parque de fornecedores e a criação de uma base de fornecedores em Minas Gerais, vizinhos à fábrica de automóveis (a chamada “mineirização”). Com larga experiência administrativa, ele falou sobre o mercado automotivo e retratou sua vida profissional. Buscando contribuir com informações que possam ajudar no aperfeiçoamento dos Administradores, a RBA traz matérias sobre educação a distância e escolas de negócio, que são uma excelente opção que aqueles que buscam se aprofundar numa formação em áreas específicas de atuação. Com a evolução das instituições e das técnicas utilizadas para atender os alunos, os cursos não presenciais passaram a viabilizar o estudo de qualidade aos profissionais já atuantes no mercado de trabalho. Cuidar do meio ambiente deixou de ser adereço ou algo de menor importância para a cadeia produtiva industrial. A consciência de que todos devem atuar de forma direta na preservação do planeta - em nome da própria sobrevivência humana - está cada vez mais em destaque. O processo de logística reversa foi arquitetado, justamente, para atender a essa nova forma de tratar os recursos naturais e consiste na garantia de que produtos, depois de comercializados, utilizados e posteriormente descartados pelo consumidor, voltem ao fabricante para ter a destinação final adequada. A ação já resulta em lucro ambiental, de marketing e financeiro para as empresas. Além da saúde do meio ambiente, também está em evidência o cuidado com a saúde organizacional. Ambientes corporativos bem cuidados favorecem que gestores e colaboradores alcancem o sucesso. Por isso, vale manter a atenção para que a empresa não adoeça. Na seção em que a RBA e a HSM Management compartilham conteúdo, está em discussão uma falha grave das empresas brasileiras: o estabelecimento de metas. A grave falha de gestão prejudica o desempenho e gera estresse e frustração desnecessários. É hora mais que tardia de pensar no assunto com o devido peso. Não para por aí. Muitos outros assuntos do seu interesse recheiam esta edição. 

Boa leitura