Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / CFA / 5 indicadores de que você não é um CEO

CFA

5 indicadores de que você não é um CEO

Comments
por imprensa 15/09/2015 14h41
Os itens listados abaixo também podem te ajudar a identificar que talvez seja o momento de amadurecer um pouco antes de voltar a atualizar seu cargo no LinkedIn

Hoje em dia é comum empreendedores se autodenominarem “CEO”. Francamente, acho que isso demonstra, na maioria das vezes, uma confusão sobre o que de fato significa ser um Chief Executive Officer.

Concordo totalmente com Richard Branson, que disse:

"Nem todo mundo pode ser CEO. Um gestor precisa ser alguém que traz o melhor das pessoas, alguém que se comunica bem com os outros e ajuda um colaborador a aprender com o erro em vez de criticá-lo por isso. Nem todo mundo faz isso bem, e isso é OK. O fundador da empresa não precisa ser o CEO; se não se encaixa no perfil, ele/ela deve saber quando o papel é destinado a outra pessoa."

Certamente um website e um cartão de visitas da sua empresa com seu nome não são os requisitos para torná-lo CEO. Os itens listados abaixo também podem te ajudar a identificar que talvez seja o momento de amadurecer um pouco antes de voltar a atualizar seu cargo no LinkedIn:

1 – Seu negócio e sua ideia são ótimos, mas as pessoas não conseguem compartilhar da mesma visão que você

Um CEO precisa conseguir vender sua ideia e atrair pessoas que sintam o mesmo entusiasmo que ele sente. A capacidade de influenciar é essencial, principalmente na fase inicial da empresa, quando o negócio precisa se provar e atrair apoiadores.

2 – Você não toma decisões de alto risco

Desde que inteligentes, claro, as decisões de alto risco são tomadas por CEOs que adquiriram experiência e conhecimento ao longo de suas carreiras. Isso permite que eles se tornem verdadeiros solucionadores de problemas e que assumam riscos que ninguém mais poderia tomar.

3 – O objetivo é o sucesso, mas a cada obstáculo ele fica mais longe

Se esse é seu pensamento, então ainda há um longo caminho a percorrer antes de você dizer por aí que é um CEO. Os obstáculos sempre existirão. A superação deles é o que tornará você e sua empresa mais fortes e mais próximos do sucesso, e não o oposto.

4 – Você quer ganhar dinheiro para não trabalhar nunca mais

Todos dizem que devemos ser apaixonados pelo que fazemos. Mas os CEOs são apaixonados pelo trabalho e seu comprometimento e determinação são enormes. Se você quer ser bem sucedido, prepare-se para escutar as pessoas te dizendo que você está no caminho errado. Seja fiel à sua visão e saiba mudar o trajeto quando preciso. A força para remar contra a maré vem justamente dessa paixão por construir, por trabalhar.

5 – A zona de conflito não é o local que você quer estar

Todos temos medos. A maioria de nós tende a ficar próximo à zona de conforto. Não um CEO. Ele precisa enfrentar diariamente a adversidade e seus medos. Ele sabe que são nesses momentos que ele cresce, ganha experiência e conhecimento.

Ninguém nasce um CEO. Conhecimento, experiência e prática são os três pilares para que você chegue lá com a força que precisa para ter a coragem frente às adversidades, ter determinação, paixão pelo trabalho e poder de influência para trazer todos à bordo da sua empresa. Seja humilde para reconhecer suas falhas, busque aprimorá-las e terá sucesso, sem dúvida.

 

Fonte: administradores.com