Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / CFA / Candy Crush: três grandes lições para a carreira

CFA

Candy Crush: três grandes lições para a carreira

Comments
por imprensa 18/09/2013 11h12
Veja o que você pode aprender com o jogo de quebra-cabeça

Talvez você esteja na mesma situação que eu: completamente viciado em Candy Crush, um jogo de quebra-cabeça com – apenas – 335 fases e totalmente dependente das redes sociais. Se você ainda não faz ideia do que estou falando, baixe o jogo no Facebook ou smartphone por conta própria e risco. Apesar da relação amor e ódio, acho que é possível tirar três lições bem legais para as nossas carreiras. Vamos lá?

 

Sugar Crush

 

Só quem passa de fase entende o prazer de ouvir essa frase, e o mesmo vale para o seu trabalho atual: deve ser prazeroso e divertido, pois ninguém merece um emprego chato, que parece se arrastar ao longo do dia.

Lembre-se que passamos grande parte da nossa vida na labuta, então se você fica contando as horas para o fim do expediente, talvez seja o momento de dar um tapa no seu currículo e procurar uma oportunidade melhor. Aproveite a boa fase do Brasil, que caminha rumo ao pleno emprego, e o desafio dos RHs das empresas, já que faltam pessoas, e use tudo isso ao seu favor para encontrar aquela oportunidade sugar crush. E seja feliz.

 

Networking

 

Em vários pontos do jogo, é necessário pedir para os seus amigos liberarem sua ida para as novas fases, senão você fica parado. Isso é networking: ter uma rede de contatos e poder procurar essas pessoas para algum tipo de assunto ou ajuda.

 

Como já disse aqui algumas vezes, é importante lembrar que de nada adianta só falar com a pessoa quando precisar de algo. É a mesma coisa que adicionar alguém numa rede social/profissional e nunca interagir com esse contato, portanto, mande pelo menos uma mensagem de vez em quando ou marque um café para colocar o papo em dia, combinado?

 

Desafios são bons

 

Beira o clichê, mas é verdade, né? Nada como um bom desafio para dar aquele gostinho de vitória. Então, valorize projetos considerados difíceis, empresas em que você sonha trabalhar, mas que ainda não conseguiu passar no processo seletivo, colegas de trabalho totalmente diferentes de você ou simplesmente a busca por alternativas para passar o tempo no trânsito. Quebre a cabeça para encontrar uma solução, faz muito bem.

 

Fonte: Click Carreira