Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / CFA / CFA inova mais uma vez

CFA

CFA inova mais uma vez

Comments
por imprensa 06/11/2015 16h10
Autarquia faz adesão ao PEN-SEI. CFA é o primeiro Conselho Profissional a adotar Sistema que oferece mais agilidade aos processos administrativos

 

Imagina milhares de documentos em papel circulando de um lado para o outro. Pilhas e pilhas de papéis super lotando arquivos e pastas. Isso quando não se perdem pelo caminho, o que gera grandes prejuízos para a organização. Imagina, agora, se toda essa papelada pudesse ser digitalizada e, num só click, fosse possível consultar um documento levando para a administração pública agilidade nos processos administrativos.

Foi pensando nisso e na redução significativa com gastos e tramitação de documentos que o Conselho Federal de Administração (CFA) oficializou, em 5 de novembro, a sua adesão ao Processo Eletrônico Nacional (PEN) para utilizar o software Sistema Eletrônico de Informações (SEI). O CFA é o primeiro Conselho Profissional a adotar a ferramenta, o que vai representar uma mudança de hábito e cultura no cotidiano de operação da autarquia. Além da economia de papel, impressão e utilização dos carimbos, o CFA vai melhorar seu serviço dando maior celeridade, eficiência e eficácia aos seus processos administrativos.

A cerimônia, realizada no CFA, contou coma presença do presidente do CFA, Adm. Sebastião Luiz de Mello; do secretario da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MP), Cristiano Rocha Heckert; e o diretor da Câmara de Administração e Finanças do CFA, Adm. Armando Lôbo.

Por meio do SEI, o CFA eliminará toda a tramitação de documento via papel já que a ferramenta transfere toda atividade administrativa para o meio eletrônico. Para Cristiano, essa medida proporciona não só celeridade no procedimento administrativo como também oferece uma boa economia de papel. “Em pleno século XXI ainda vimos muitos servidos carimbando papel, levando papelada de um andar para outro e, por meio do SEI, eles se veem liberados para oferecer a administração toa a sua capacidade intelectual”, explicou, reiterando o compromisso do MP em apoiar o CFA no processo de transição documental para que, segundo ele, possa “ser suave e segura e que vocês também sejam testemunhas dos benefícios que essa ferramenta traz para a administração pública”.

Sebastião Mello apresentou um levantamento do número de documentos que CFA protocolou nos últimos anos. Para se ter ideia, em 2015, até o momento, quase seis mil já passaram pela autarquia. Por isso, segundo ele, faz algum tempo o Conselho estudava forma para modernizar os seus processos administrativos. “Quando conhecemos o SEI, vimos que se tratava de um sistema altamente eficiente e eficaz para a tramitação da gestão eletrônica de documento e sem dúvida nos permitirá oferecer um serviço de mais qualidade, segurança e transparência”, explicou o presidente do CFA.

Coordenado pelo MP, o Processo Eletrônico Nacional– PEN é uma iniciativa conjunta de órgãos e entidades de diversas esferas da administração pública para a construção de uma infraestrutura pública de processo administrativo eletrônico. Trata-se de um projeto de gestão pública, que visa a obtenção de melhorias no desempenho dos processos da administração pública, com ganhos em agilidade, produtividade, satisfação do público usuário e redução de custos.

O projeto permite aos órgãos utilizarem o SEI, sistema que já gerou uma economia de R$ 2,2 milhões aos cofres públicos por permitir tramitar processos de forma eletrônica. Aproximadamente 120 órgãos já estão envolvidos com o PEN. Deste número, 16 entidades já estão utilizando plenamente o sistema e outras 34 estão em processo de implantação.

A solenidade que oficializou a adesão do CFA ao PEN-SEI também contou com a presença do diretor de Desenvolvimento Institucional do CFA, Adm. Carlos Alberto Ferreira Júnior; do diretor de Estudos e Projetos Estratégicos do CFA, Adm. Alaércio Soares Martins; e do secretário adjunto da Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, Fernando Antônio Braga de Siqueira Júnior.

 

IMG_0001.JPG

IMG_9960.JPG

IMG_9964.JPG

IMG_9988.JPG

IMG_9969.JPG

SEI2.JPG

IMG_9961.JPG

Assessoria de Imprensa CFA