Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / CFA / Coisas que você não deve escrever no seu LinkedIn

CFA

Coisas que você não deve escrever no seu LinkedIn

Comments
por imprensa 01/10/2013 10h52
Manter-se atento ao que publica no LinkedIn também é essencial.

 

Se você é o tipo de profissional que se preocupa com todos os detalhes da carreira, manter-se atento ao que publica no LinkedIn também é essencial. Confira 12 coisas que você não deve escrever na rede social

 

O LinkedIn é uma ferramenta poderosa para construir sua rede de contatos profissionais. Por isso, é sempre preciso estar atento ao que se compartilha na rede social, uma vez que você estará conectado com pessoas de todos os tipos. Se você não quer cometer nenhuma gafe e manter um relacionamento profissional proveitoso com os seus amigos no LinkedIn, confira 12 coisas que você não deve escrever.

 

Abreviações

 Não atualize os seus status com palavras abreviadas, como “omg”, “lol”, “sqn”, etc. O LinkedIn é o seu perfil profissional e você deve usá-lo com esse objetivo – sem gírias ou abreviações.

 

Temas fúteis

 Ao invés de ficar escrevendo sobre a pizza deliciosa que você comeu ontem, por que não comentar sobre algum curso que você esteja fazendo? Aproveite o espaço que você tem para atualizar o perfil e utilize-o da melhor forma possível.

 

 Não registre as suas habilidades óbvias

 Qualquer pessoa um pouco mais “antenada” sabe utilizar o Google e as redes sociais. Não é necessário colocar que você tem vasto conhecimento em pesquisas online e sabe o funcionamento do Facebook. É mais interessante que você coloque os seus conhecimentos em certos programas, como o Adobe Photoshop ou o Pacote Office, por exemplo.

  

Clichês

 Não fale que o seu ponto mais forte é saber trabalhar em grupo, ou que seu defeito é ser perfeccionista demais. Utilize o seu perfil para mostrar o seu verdadeiro diferencial. Ao invés de ser clichê, fale sobre os seus cases de sucesso, as soluções inovadoras que você já teve e todas as boas experiências profissionais em seus antigos empregos.

 

 Não finja o seu nome

 Nunca coloque um nome no seu perfil que não seja o seu verdadeiro. Por mais que você tenha diversos ídolos na sua área, é essencial que você utilize o seu nome verdadeiro. Além do mais, usar nome falso é uma violação das regras do LinkedIn.

 

 Projetos secretos

 Não compartilhe com os seus contatos quais são os projetos futuros que a sua empresa está trabalhando. Isso é antiético e você pode até perder o seu emprego.

  

Criticar os colegas de trabalho

 Por mais que você não tenha em seus círculos os colegas de serviço, é bom que você evite falar mal deles em seu perfil. Nunca coloque a culpa no seu chefe, ou diga que você trabalha com uma pessoa incompetente. Em troca, divulgue as suas conquistas e a diferença que você tem feito no seu local de trabalho.

 

 Nada

 Ao mesmo tempo em que existem diversas coisas que você deve evitar escrever no LinkedIn, ficar muito tempo sem atualizá-lo ou ter informações incompletas não é bom. Você não precisa descrever todas as suas experiências, mas é importante que haja uma descrição suficiente do que você já enfrentou e quais são as suas capacidades. Caso você não tenha nada de realmente interessante para falar por causa de pouca experiência, seja honesto e diga que você está procurando por oportunidades para aprender.

  

Curiosidades excêntricas

 Não há nada de ruim em ter hábitos e gostos estranhos, mas você não deve compartilhar eles em sua rede profissional. Não se esqueça que recrutadores e diretores podem olhar o seu perfil e, dependendo do que você mostra no perfil, descartar o seu currículo.

 

 Falta de humildade

 Você nunca deve se vender demais. Não fale que você é exatamente aquilo que falta em uma empresa, ou que você irá fazer toda a diferença do mundo. Seja modesto e diga que você pode ajudar a resolver problemas e propor novas ideias.

  

Mentir a experiência

Nunca minta sobre a sua experiência profissional. É completamente errado colocar que você trabalhou em uma empresa sendo que, na verdade, você nunca nem pisou lá. Caso você tenha feito um serviço terceirizado, por exemplo, é importante que isso esteja escrito na descrição da vaga.

  

Sincronizar as outras redes sociais com o LinkedIn

 Não sincronize o seu Facebook com o LinkedIn. Você não quer que os seus contatos profissionais vejam as fotos da última balada, ou o vestido curto com os quais você foi para as festas.

 

 

Fonte: Universia Brasil