Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / CFA / E-mail

CFA

E-mail

Comments
por imprensa 18/02/2014 14h02
Como consertar um e-mail pessoal enviado por engano a um superior?

 

Quem nunca errou na hora de mandar um e-mail e acabou, sem querer, enviando uma mensagem a quem não devia ou apertando o botão errado? Isso é muito comum, seja na vida pessoal quanto na corporativa, mas e se aquele e-mail cheio de piadinhas ou coisas íntimas for enviado, por erro, ao seu chefe?

 

Como não queremos que você morra de vergonha, veja, a seguir, as situações mais comuns de gafe nas empresas e suas soluções:

 

1. Responder a todos por acidente

Sabe aqueles e-mails em que meio mundo está copiado? Pior: quando são sem sentido e servem apenas para que alguns superiores mostrem seu “poder de decisão” enquanto os outros apenas acompanham o processo?

 

Pois então... No alto da sua irritação, você responde o e-mail para um de seus amigos copiados e diz algo do tipo: “putz, como o fulano é idiota”, mas, por um erro, acaba respondendo para todo mundo! 

 

Se isso acontecer, provavelmente você vai precisar de um novo emprego. A menos que seja com um colega brincalhão e que leve a “piada” numa boa. Se for um chefe, com certeza ele não vai mais querer trabalhar com você. Por isso, MUITA atenção na hora de responder a esse tipo de e-mail.

 

2. Encaminhar e-mails pessoais dos seus amigos

Sabe quando um conhecido manda um e-mail péssimo ou pessoal demais e você precisa muito enviar a seus amigos mais próximos para se divertir? Até aí tudo bem, mas e se você, sem querer, responder a essa pessoa em vez de encaminhar o e-mail? No ambiente de trabalho isso soa como ato de traição e pode te colocar em maus lençóis.

 

A solução é responder imediatamente, explicando a situação. Como foi um erro grave, prepare-se para uma bronca grande. Depois, peça desculpas e prometa que isso nunca mais vai acontecer de novo.

 

3. Trocar contatos pela semelhança de nomes

As listas de contatos inteligentes nos poupam de digitar e-mails, mas são um perigo para os mais distraídos. Imagine que seu melhor amigo se chame “Carlos W.”, mas, ao digitar “Carlos”, você clica sem querer em “Carlos M.”, um conhecido fofoqueiro da empresa, que provavelmente vai repassar seus segredos para todo mundo!

 

A solução para esse caso é mais simples: basta um “desculpe, e-mail enviado à pessoa errada”. Mas, se o e-mail contiver informações muito íntimas, talvez seja melhor falar pessoalmente e explicar que isso não deve ser divulgado em hipótese alguma.

 

4. Enviar rascunhos

Você enviou um e-mail antes de terminar de escrever. Ou digitou uma mensagem super bravo no calor do momento e acaba apertando “enviar” sem querer. Sabe qual é a solução? Não dizer nada e fingir que você não pretendia enviar. Às vezes é bom deixar seus sentimentos fluírem e, se você realmente se sente assim, é melhor não esconder e deixar o ressentimento crescer. Talvez enviar algo meio rude pode trazer bons resultados. Mas saiba que isso também pode te fazer perder o emprego.

 

Fonte: Love Mondays