Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / CFA / Entendas as diferenças entre: Gestão de Pessoas x Gestão de RH x Departamento Pessoal

CFA

Entendas as diferenças entre: Gestão de Pessoas x Gestão de RH x Departamento Pessoal

Comments
por imprensa 23/08/2016 14h26
Você sabe a diferença entre: Gestão de Pessoas x Gestão de RH x Departamento Pessoal. Conheça as principais funções das respectivas áreas. Confira!

Introdução

A complexa estrutura que envolve as organizações atualmente, faz com que exista uma série de mal-entendidos em relação às funções exercidas tanto pelo Departamento de Pessoal, como pelo Departamento de Recursos Humanos. Podemos afirmar que tal confusão é gerada em parte por pessoas que desconhecem o funcionamento de uma organização, porém na maioria das vezes é gerada por pessoas que não se adaptaram ao novo paradigma de valorização do capital humano.

Assim, ainda é comum no ambiente das organizações encontrar gestores e mesmo proprietários/ sócios que não reconhecem a necessidade de oferecer uma melhor gestão ao patrimônio mais importante da organização - as pessoas. Certa vez ouvi de um empresário: Por que tenho que investir na gestão de recursos humanos? Eu pago, logo elas têm que trabalhar”.

Quer ampliar seu conhecimento sobre esse tema, confira a seguir.

A evolução de DP para RH

Vale destacar a evolução que a gestão do capital humano tem tido nas últimas décadas. Até a década de 80, era comum nas empresas a existência de um departamento que cuidava das interações da empresa com seus empregados, o Departamento Pessoal, mais comumente reconhecido até de forma pejorativa por alguns como DP.

Naquele tempo, não havia ainda o reconhecimento que era devido à gestão do recurso humano. No entanto, muitas organizações já se posicionavam para atender demandas e por estabelecer estratégias focadas em ampliar a vantagem competitiva pela melhor gestão de seu pessoal.

Na virada do milênio, muito se falou sobre a era do conhecimento que prevaleceria doravante; e cada vez mais se confirma que os melhores resultados são obtidos por organizações que valorizam seu capital humano de tal forma que as torna atrativa aos melhores profissionais de mercado, sendo este um grande desafio: como atrair e reter talentos?

Na hierarquia organizacional, diversos são os títulos empregados pelas empresas quando se referem às respectivas áreas de RH, como exemplos: Gestão de RH, Gestão de Pessoas, Área de Gente, Gestão Organizacional, Gestão de Desenvolvimento Humano, etc. Já a área de Departamento de Pessoal (DP) é também reconhecida em algumas organizações como Área de Relações Trabalhistas.

Em organizações de menor porte, é comum encontrarmos empresas que reconhecem apenas a necessidade da área de DP, enquanto que em outras e talvez na maioria tanto as funções de DP como de RH estão acomodadas dentro da Área de Recursos Humanos – ARH ou DRH. Para organizações de grande porte é comum vermos as duas áreas organizadas hierarquicamente de forma distinta, porém é comum ainda que ambas respondam a um mesmo diretor, neste caso Diretor de Recursos Humanos.

Recursos Humanos X Relações Trabalhistas

Sem querer ser definitivo, abaixo elegemos as principais funções das respectivas áreas com propósito meramente ilustrativo:

 

ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES

Recursos Humanos X Relações Trabalhistas

Sem querer ser definitivo, abaixo elegemos as principais funções das respectivas áreas com propósito meramente ilustrativo:

ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES

RH (RECURSOS HUMANOS)

DP (RELAÇÕES TRABALHISTAS)

Cultura organizacional

Admissão e contratação de empregados

Políticas de RH

eSocial - registros legais

Recrutamento e seleção de pessoas

Folha de pagamento

Integração de novos colaboradores

Férias e 13º. salário

Cargos e salários e remuneração variável

Benefícios

Plano de carreira

Prevenção de passivos trabalhistas

Avaliação de desempenho

Demissão de empregados

Banco de talentos

Cálculos para indenizações

Levantamento das necessidades de treinamento

Recolhimentos de encargos legais

Treinamento e desenvolvimento de pessoal

Preposto junto ao MT

Clima organizacional

Contratação de terceiros

Programas de desenvolvimento de líderes

Registros de movimentações internas

Consultoria interna

Atendimento a reclamações trabalhistas

Universidade corporativa

Saúde e segurança no trabalho

Estratégias e planejamento de RH

Relações sindicais

Programa de Trainee

Auditoria trabalhista

Outras...

Outras...

 

Gestão de Pessoas tem que ser feita pelo Gestor

Quando nos referimos ao termo Gestão de Pessoas é preciso que fique claro que gestão é administração, logo trata-se de um conjunto de atividades exercidas por um administrador. Em alguns ambientes acredita-se que esse administrador deve ser, o responsável pelo RH, porém isso é um equívoco, pois quem deve fazer a gestão de pessoas são os gestores que administram pessoas sob seu comando, ou seja, os diversos gestores que compõem a hierarquia da empresa.

São eles que verdadeiramente devem fazer acontecer tudo que é definido nas estratégias quanto a gestão de pessoas pelo Departamento de Recursos Humanos que neste caso, tem um papel de normatizador das políticas, de orientador das práticas, de apoio intensivo aos gestores para que estes sim, participem na prática, da gestão de pessoas.

É comum, portanto, encontrarmos empresas nas quais boa parte de seus gestores abdicam de seu papel na gestão de pessoas, sobrecarregando a área de RH para tais práticas. Isso ocorre porque, na maioria das vezes, a organização não investiu o suficiente na formação e no desenvolvimento de seus líderes. Que fique claro, portanto: GESTÃO DE PESSOAS é responsabilidade dos gestores!

Reconhecemos sim, que há um grande gap para as organizações que buscam vantagens competitivas através de pessoas que é investir em sua liderança.

 

Fonte: Administradores.com