Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / CFA / Instituto dá bolsas para cursos na Universidade de Ohio

CFA

Instituto dá bolsas para cursos na Universidade de Ohio

Comments
por imprensa 21/09/2016 09h45
As inscrições já estão abertas e vão até o dia 14 de outubro

Com o intuito em ampliar as oportunidades de jovens sul-americanos estudarem negócios nos Estados Unidos, o Latin America Institute of Business (LAIOB) está oferecendo bolsas de estudo para os cursos de Marketing, Management e Corporate Finance na Universidade de Ohio. Para cada curso, serão oferecidas uma bolsa integral (100%) e duas parciais (70%). As inscrições vão até 14/10.

Podem se candidatar graduados e graduandos maiores de 18 anos, com inglês avançado e que estejam dentro do público alvo de cada curso, descrito no site do instituto. As bolsas integrais (100%) contemplam o valor total dos cursos (incluindo acomodação e alimentação), assim como as bolsas de 70% terão um abatimento no valor do pacote completo. Não estão inclusos nas bolsas: passagem aérea, seguro saúde, despesas com visto e taxa de matrícula de USD 90.

Para se candidatar, é necessário preencher o formulário de candidatura no site do instituto até às 18h do dia 14/10. Os selecionados passarão por uma entrevista por telefone ou Skype, e o resultado será divulgado na página da LAIOB no dia 31/10. O curso tem duas semanas de duração e será realizado em julho de 2017.

Adicionalmente, a LAIOB está oferecendo bolsas limitadas de 50% para as turmas de janeiro 2017 (15 a 27) e julho (16 a 28). Os interessados devem seguir o mesmo processo descrito acima e, neste caso, o resultado será divulgado diretamente aos candidatos.

 

Sobre a LAIOB

Criada em 2014, a LAIOB – Latin America Institute of Business nasceu com o objetivo de capacitar, qualificar e desenvolver profissionais da América Latina com programas acadêmicos nas principais universidades dos Estados Unidos. Sua missão é capacitar e desenvolver profissionais latino-americanos, através de educação inovadora e capacitação internacional, fazendo com que estes sejam agentes da mudança para uma sociedade mais justa e desenvolvida.

 

Fonte: Exame.com