Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / CFA / PUCPR oferece a opção de dupla diplomação

CFA

PUCPR oferece a opção de dupla diplomação

Comments
por imprensa 21/10/2016 11h41
Modalidade de intercâmbio que possibilita ao acadêmico receber dois diplomas ao fim do curso

A Dupla Diplomação é uma modalidade de intercâmbio, mais longo, com duração mínima de 2 semestres, faz com que o aluno, após o percurso acadêmico, em um convênio de dupla diplomação assinado entre a PUCPR e a instituição parceira, receba o diploma da PUCPR e também o da instituição onde realizou o período de estudos no exterior.

Atualmente, a PUCPR possui acordos de Dupla Diplomação firmados com a Universidade de Ferrara, na Itália e com a Universidade de Vic, na Catalunha, Espanha, onde os estudantes de Administração, Arquitetura, Design de Produto, Ciências Econômicas, Farmácia e Letras (somente para Pós-graduação), Engenharia de Controle e Automação, Jornalismo, Marketing e Publicidade e Propaganda podem usufruir da oportunidade.

"O mercado tem valorizado muito este tipo de parceria entre universidades, pois os benefícios para os estudantes são muitos, como a interculturalidade, um novo idioma, rede de relacionamentos, além é claro, dos diplomas reconhecidos internacionalmente.", pontua o professor Carlos Augusto Fontanini, da escola de negócios da PUCPR.

Em 2014 a PUCPR recebeu seus primeiros alunos estrangeiros para o processo de dupla diplomação, entre eles o italiano Leonardo Alunni. O acadêmico cursou todas as disciplinas do período de 2014 do curso de administração, cumprindo os requisitos exigidos no acordo. Com seu retorno a Itália, em 2015, Leonardo finalizou as disciplinas do curso, obtendo então dois diplomas: Um da universidade e UNIFE e outro da PUCPR.

“O duplo diploma foi uma experiência maravilhosa que eu recomendo a todos. Esta experiência permitiu-me crescer como pessoa, sabendo que os problemas da vida não são insuperáveis, mas são oportunidades para mostrar minhas habilidades. No mesmo tempo aprendi a usar minhas habilidades para construir um futuro melhor”, finaliza Leonardo, o primeiro aluno a usufruir da dupla diplomação entre as instituições.

Fonte: Segs