Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / [CFA] / [ CFA ] 30 anos sem Belmiro Siqueira

CFA

[ CFA ] 30 anos sem Belmiro Siqueira

Comments
por imprensa 29/11/2016 09h51

Hoje completa 30 anos que o patrono da Administração no Brasil, Belmiro Siqueira, faleceu. Mineiro da cidade de Ubá, Belmiro nasceu em 22 de outubro de 1921. No CRA-RJ, foi o registro número 10. Concursado, na área federal, sempre foi classificado em 1º lugar para os cargos públicos. Entre eles, Estatístico Auxiliar do Ministério da Justiça e Negócios Interiores, em 1942; assistente de Aperfeiçoamento do DASP, entre 1943/45 e assistente de Administração do DASP, em 1946. Depois disso, foi nomeado Diretor Geral do DASP, em 1967 a 1968. 

Atuou nas áreas estaduais, foi Assessor e Consultor de vários Governos, com destaque para o do Rio de Janeiro, onde exerceu, dentre outros, o cargo de Diretor da Escola de Serviço Público do então Estado da Guanabara, em 1966.

No CFA, assumiu o mandato de Conselheiro Federal Efetivo em 1977 e foi eleito pelos seus pares para o cargo de Vice-Presidente até 1987. Nessa condição e por força regimental, assumiu como Presidente do CFA, em 24 de abril de 1986, em razão da licença concedida ao então Presidente, Adm. Guilherme Quintanilha de Almeida. 

Belmiro Siqueira faleceu em Porto Velho (RO) em 29 de novembro de 1986. Em 11 de maio de 1990 o Plenário do CFA aprovou o seu nome como o Patrono dos Administradores. 

Prêmio Belmiro Siqueira – Em 1988, o CFA criou o Prêmio “Belmiro Siqueira" de Administração. Além de homenagear o patrono da Administração, a premiação tem o objetivo de divulgar e promover a valorização dos estudos realizados por Administradores e estudantes dos cursos de bacharelado em Administração que contribuam para o desenvolvimento da profissão e da ciência da Administração no Brasil.

 

Clique aqui e conheça os vencedores do Prêmio Belmiro Siqueira de Administração 2016.

 

 download.jpg