Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / [CFA] / [ CFA ] Décima edição do Congesp-RN discute inovação na Governança Pública

CFA

[ CFA ] Décima edição do Congesp-RN discute inovação na Governança Pública

Comments
por imprensa 26/08/2016 13h19

O painel “Avanços na Gestão Pública no Nordeste” abriu o segundo dia do 10º Congresso de Gestão Pública do Rio Grande do Norte (Congesp), nesta sexta-feira (26).  O evento, já reconhecido como um dos mais consolidados da área de Gestão Pública em todo o Brasil aconteceu na sede da Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales, em Natal.

Um dos trabalhos selecionados para apresentação, dentro do painel, foi do estudante de Administração João Augusto de Campos Avaristo (UFSCar – Campos Sorocaba-SP). O acadêmico falou sobre “A retenção de Talentos nas Organizações Públicas: o Caso do Campus de Boituva Federal de São Paulo”. A exposição destacou fatores de retenção no trabalho, como horário flexível, autonomia, carreira sólida, qualidade de vida, relacionamento e perfil de liderança, entre outros.

Durante o evento, houve também o lançamento do Selo comemorativo - parceria com os Correios - alusivo aos dez anos do Congresso. Criado em 2007, o evento tem o objetivo de analisar e disseminar experiências inovadoras em todas as esferas de Poder. A importância reside ainda no estímulo ao avanço da capacidade de formular, implementar e mensurar políticas e ações orientadas para resultados na gestão pública.

Gestão de Pessoas e Boa Governança

O segundo momento do Congresso, foi reservado ao painel “Gestão de Pessoas para a Boa Governança”. Entre os temas destacados para a apresentação estava o papel das Escolas de Governo para a mudança. De acordo com o gestor governamental e assessor da Presidência da Escola Nacional de Administração Pública – ENAP, Ciro Campos Christo Fernandes, a capacitação é fundamental para viabilizar o processo de mudança na Gestão Pública.

 “Ela tem que acontecer tanto no sentindo de mobilizar os servidores e organizações em torno de objetivos e metas, como também no sentido de atualizá-los com o que há de mais moderno em termos de gestão. E as Escolas de Governo são o tipo de organização que melhor oferece esse tipo de capacitação”, destacou o painelista.

Ainda segundo Ciro Fernandes, o administrador é fundamental nesse processo. “De todos os campos de conhecimento, o que está mais aparelhado para encarar complexidades da Administração Pública é mesmo a Administração. Então, as pessoas formadas nessa área têm maior potencial de inovação para melhoria da gestão pública”, concluiu o gestor governamental.

O encerramento ficou por conta do diretor da Entheusiasmos Consultoria em Talentos Humanos, Eduardo Carmello. O especialista em Gestão Estratégica de Pessoa falou sobre “Ética e Boa Governança”. Segundo ele, não existe Governança sem ética.  O que se tem é apenas um plano.

“Outra segunda questão muito importante em relação à ética é que no futuro próximo, 2035, por exemplo, nos planejamentos, a ética será a única forma que vai possibilitar o servidor de ser um agente de transformação”, destacou Eduardo Carmello.

No entanto, o consultor e especialista ponderou que o desafio da boa governança exige firmeza de cada servidor.   “Promover a ética é desafiador porque temos acompanhado, no Brasil, um nível de corrupção muito grande. E ela existe porque eticamente não estamos fazendo um bom trabalho. Por isso, a ética da argumentação é a mais importante para exercer uma boa governança. A possibilidade do servidor, na prática, poder chegar ao chefe para argumentar e, se for o caso, se recusar a fazer o que estiver errado”, complementou Eduardo Carmello.

O 10º Congesp é uma realização do Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos e Escola de Governo Cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales (EGRN), em parceria com o CFA e o CRA-RN. O tema central desta edição foi “Inovação na Governança Pública”. O evento reuniu cerca de mil participantes, entre autoridades, representantes da iniciativa privada, servidores e gestores públicos, profissionais da área e estudantes e ocorreu nos dias 25 e 26 de agosto, na sede da EGRN.  De acordo com presidente do CRA-RN, Adm. Kate Cunha, o Congesp deixa um grande legado para o Rio Grande do Norte.

“Tendo em vista a inovação que está sendo implantada no Estado, por meio da Secretaria de Planejamento, acompanhamos aqui como o projeto audacioso de planejamento estratégico para os anos de 2017 a 2023 deve ser implantado. E vários órgãos, inclusive o Conselho Regional de Administração do Rio Grande do Norte, estão atuando juntos à equipe do projeto em prol de uma Gestão Pública mais qualificada”, ressaltou Kate Cunha.

 

Assessoria de Comunicação CFA