Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / [CFA] / [ CFA ] Entrevista com Walter Faria, CEO do Grupo Martins

CFA

[ CFA ] Entrevista com Walter Faria, CEO do Grupo Martins

Comments
por imprensa 29/10/2014 19h45

O Administrador de Empresas Walter Faria começou suas atividades no Grupo Martins em 2009 como diretor geral de operações e se tornou CEO em 2010. Com passagens pela Coca-Cola, Clorox, Danone e Colgate, o profissional trouxe da indústria a estratégia da gestão de categorias no ponto de venda para oferecer resultados melhores para todos os envolvidos na operação, como a indústria e o atacado varejista e o consumidor final. Atuou em diversas áreas, tais como finanças, marketing, trade marketing, vendas e desenvolvimento de clientes. Tem especialização em Economia pela USP.

 

Como o Administrador pode crescer em um país que cresce 0,5% ao ano?

Tem que se preparar, se planejar, não só no desenvolvimento de sua carreira mas também na empresa em que você está. Tem que avaliar se está feliz onde você está, se é uma empresa que investe, se é uma empresa que está se preparando para momentos difíceis em momentos difíceis que virão. Tem que ter planejamento, tem que ter gestão, e o profissional de Administração tem que olhar sua carreira.

 

Qual a melhor forma de olhar para a própria carreira?

O Administrador precisa se reciclar, se preparar para enfrentar momentos mais difíceis, e saber que estando mais preparado vai saber enfrentar qualquer dificuldade. E dedicação, comprometimento, dar o melhor de si, procurar fazer sempre o melhor. Enfim, por pior que seja a dificuldade, você vai encontrar um caminho. Em situações difíceis, o administrador é quem trilha o rumo para onde nós podemos ir. Quem se preparar, se desenvolver, vai ajudar a liderar na trilha do caminho certo.

 

Como aliar planejamento com gestão, tecnologia e sustentabilidade?

A tecnologia precisa estar trabalhada em sistemas que sejam relevantes, que agreguem para o desenvolvimento. Precisa rever o processo, pois não adianta ter o sistema se não tem o processo de gestão eficiente, por isso é preciso revisar o processo para colocar o sistema. Além disso, é preciso ter pessoas capacitadas para operar. É esse tripé que a gente usa para tudo: pessoas treinadas e capacitadas, sistemas ou tecnologias que agreguem para o desenvolvimento, e um processo que seja efetivo na utilização das pessoas certas no lugar certo e com o sistema adequado para o nosso desenvolvimento. E, claro, tudo isso integrado com a questão econômica, social e sustentável hoje e no futuro.

 

Como preparar as pessoas para ocupar esses espaços?

É um desafio. No Grupo Martins, nós estamos hoje com a Universidade Martins do Varejo, e ela nos ajuda bastante no treinamento. Temos parceiras com o Senac, Sebrae, com várias universidades para tentar ser mais efetivo, além de nossa própria equipe de treinamento e desenvolvimento humano. Enfim, temos um arsenal hoje de treinamentos, academias, cursos e capacitação para o nosso desenvolvimento. Estamos investindo muito no desenvolvimento das pessoas. Essa é uma de nossas prioridades. 

 

Rodrigo Gonçalves

Jornalista / CRA-CE