Você está aqui: Página Inicial / Serviços / Notícias / [CFA] / [ CRA-ES ] Findes vai investir R$ 83,5 milhões em educação profissional até 2015

CRA-ES

[ CRA-ES ] Findes vai investir R$ 83,5 milhões em educação profissional até 2015

Comments
por imprensa 11/06/2014 11h22

Montante vai financiar projetos como o curso de pós-graduação em Gestão de Obras, que começou na última segunda, 26

A Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) vai investir cerca de R$ 83,5 milhões em educação profissional até 2015. Os recursos são parte de um plano elaborado em 2012 e representam 80% dos R$ 104 milhões em investimentos previstos. A informação foi repassada pelo presidente da instituição, Marcos Guerra, na noite da última segunda-feira, 26, a empresários, autoridades e alunos que participaram da aula inaugural do curso de pós-graduação em Gestão de Obras da Indústria da Construção.

A falta de mão de obra qualificada é apontada por empresários de diversos setores como um dos principais gargalos para o desenvolvimento do Espírito Santo. Por isso, entidades públicas e privadas estão se mobilizando para tentar superar essa demanda. Uma dessas iniciativas é o curso de pós-graduação em Gestão de Obras, realizado em parceria entre Conselho Regional de Administração do Espírito Santo (CRA-ES) e Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado (Sinduscon-ES), viabilizado através do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

O objetivo é atender a demanda pela função, garantindo mais rapidez para a área financeira e administrativa e para a área técnica, que compete à engenharia. “No Estado, ainda há grande dificuldade em encontrar profissionais capacitados para atuarem em todos os níveis das indústrias. O Sistema Findes quer receber outros projetos iguais a esse”, disse o presidente da Federação, Marcos Guerra.

A capacitação de gestores para a construção civil é uma iniciativa inédita no país e em breve deve ser levada para outros Estados. Tanto o presidente do CRA-ES, Adm. Marcos Félix Loureiro, quanto o presidente do Sinduscon-ES, revelaram que o case será apresentado, respectivamente, no Conselho Federal de Administração, em Brasília, e no Encontro Nacional da Indústria da Construção (Enic), que acontece em outubro, em Fortaleza, no Ceará.

“O CRA-ES firmou um compromisso para o sucesso dessa capacitação porque entende que há uma demanda do exigente setor da construção civil. Além disso, atende à meta do Conselho de abrir mercado de trabalho para os mais de 17 mil Administradores do Espírito Santo, uma vez que o país e o Estado carecem de gestores”, afirmou o presidente do CRA-ES, Adm. Marcos Félix Loureiro.

De acordo com Aristóteles Passos Costa Neto, essa formação atende a uma carência do mercado e algumas construtoras já apresentaram interesse em contratar os gestores que serão formados. “A Lorenge, por exemplo, abraçou o projeto e manifestou interesse em absorver os profissionais capacitados à medida que for compatível com o mercado”, revelou.

Sobre o Curso - O curso de pós-graduação em Gestão de Obras oferecerá conhecimentos e habilidades necessárias à execução e ao gerenciamento das obras, preparando profissionais para a gestão dos canteiros. Entre os conteúdos da ementa do curso, estão Fundamentos da Construção, que envolvem Arquitetura e Urbanismo, Construção, Formação de Preços na Construção e Planejamento do Empreendimento, sobre Gestão Estratégia de Negócios, Gestão de Projetos da Construção, Legislação Aplicada, Matemática Financeira, Ética e Legislação Trabalhista, Gestão Contábil.

A aula inaugural, realizada na última segunda, 26, no auditório da Findes, em Vitória, foi ministrada pelo diretor de Obras da Lorenge, Giulliano Polito. Ao longo do curso, os participantes poderão desenvolver competências necessárias para o planejamento do empreendimento e o acompanhamento e execução de obras. Entre os temas abordados estão, arquitetura e urbanismo, planejamento e controle das construções, formação de preços na construção, dentre outros.

O IEL ofereceu um subsídio de 80% no valor integral do curso para os selecionados em processo seletivo realizado no dia 03 de agosto. O curso tem duração de 12 meses e carga horária de 440h, com aulas às segundas, terças e quartas-feiras, no período noturno e, excepcionalmente, às quintas-feiras.

Fonte: CRA-ES